637154.jpg

Planilha de Custos
e Formação de Preços

Elaboração da planilha de custos e formação de preços para Administração Pública

Apresentação:

Com a Lei 13.303/16, as Empresas Estatais ganharam maior autonomia para manterem-se competitivas no mercado. Esta lei, porém, estabeleceu regras mais rígidas para as compras e licitações destas empresas, inclusive em suas subsidiárias. Com a Lei 13.303/16, as Empresas Estatais ganharam maior autonomia para manterem-se competitivas no mercado. Esta lei, porém, estabeleceu regras mais rígidas para as compras e licitações destas empresas, inclusive em suas subsidiárias.

O que você aprenderá:

Com a Lei 13.303/16, as Empresas Estatais ganharam maior autonomia para manterem-se competitivas no mercado. Esta lei, porém, estabeleceu regras mais rígidas para as compras e licitações destas empresas, inclusive em suas subsidiárias. 

>>

Com a Lei 13.303/16, as Empresas Estatais ganharam maior autonomia para manterem-se competitivas no mercado. Esta lei, porém, estabeleceu regras mais rígidas para as compras e licitações destas empresas, inclusive em suas subsidiárias. 

>>

Com a Lei 13.303/16, as Empresas Estatais ganharam maior autonomia para manterem-se competitivas no mercado. Esta lei, porém, estabeleceu regras mais rígidas para as compras e licitações destas empresas, inclusive em suas subsidiárias. 

>>

Com a Lei 13.303/16, as Empresas Estatais ganharam maior autonomia para manterem-se competitivas no mercado. Esta lei, porém, estabeleceu regras mais rígidas para as compras e licitações destas empresas, inclusive em suas subsidiárias. 

>>

Investimento:

R$ 890,00

Com a Lei 13.303/16, as Empresas Estatais ganharam maior autonomia para manterem-se competitivas no mercado. Esta lei, porém, estabeleceu regras mais rígidas para as compras e licitações destas empresas, inclusive em suas subsidiárias. 

FAÇA SUA INSCRIÇÃO:

Online & Ao Vivo

10, 11, 12, 13, 14 e 15 de Jan 2021

INSCREVA-SE

Online & Ao Vivo

10, 11, 12, 13, 14 e 15 de Jan 2021

INSCREVA-SE

Baixar informações em PDF

Docs, atestados e certidões

Carga Horária

16 horas

Ministrante

João.jpg

João Luiz Domingues


É Auditor Federal de Controle Externo do Tribunal de Contas da União, exercendo atualmente suas atribuições no âmbito da Diretoria de Jurisprudência, unidade subordinada à Secretaria das Sessões.

Datas e Horários das turmas:

Turma 1:

10, 11, 12, 13 e 14 de Fev 2021: 12h30 às 17h30

Inscrições até: 05 de fevereiro 2021

Turma 2:

10, 11, 12, 13 e 14 de Fev 2021: 12h30 às 17h30

Inscrições até: 05 de fevereiro 2021

Vantagens:

credib.png

Credibilidade

30 anos do Instituto Esafi, auxiliando mais de 50 mil servidores públicos a tomar decisões de forma segura

Professores

30 anos do Instituto Esafi, auxiliando mais de 50 mil servidores públicos a tomar decisões de forma segura

prof.png
intera.png

Interação

30 anos do Instituto Esafi, auxiliando mais de 50 mil servidores públicos a tomar decisões de forma segura

zoom.png

Via ZOOM

30 anos do Instituto Esafi, auxiliando mais de 50 mil servidores públicos a tomar decisões de forma segura

TEXTO EXPLICATIVO
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Sed egestas, lorem eu blandit convallis, dolor massa ultricies arcu, nec imperdiet erat odio non magna. Aenean id bibendum turpis, at vehicula dui. Estatais ganharam maior autonomia para manterem-se competitivas no mercado. Esta lei, porém, estabeleceu regras mais rígidas para as compras e licitações destas empresas, inclusive em suas subsidiárias.

Formas de Pagamento:

O pagamento poderá ser realizado por meio de boleto ou transferência bancária para as seguintes contas:
         
Banco do Brasil: Ag. 0021-3 | Cc. 104154-1
         
Caixa Econômica Federal: Ag. 1564 | Cc. 908-8 (Operação 003)
 Para pessoas físicas, estão disponíveis as opções de pagamento via
Cartão de crédito e PicPay.

Ministrante:

JOÃO LUIZ DOMINGUES:
É Auditor Federal de Controle Externo do Tribunal de Contas da União, exercendo atualmente suas atribuições no âmbito da Diretoria de Jurisprudência, unidade subordinada à Secretaria das Sessões. Auditor Federal de Controle Externo do Tribunal de Contas da União, exercendo atualmente suas atribuições no âmbito da Diretoria de Jurisprudência, unidade subordinada à Secretaria das Sessões. 

Público-alvo:

Destina-se a atender o gestor público federal, estadual ou municipal que trabalha nas áreas de orçamento, contabilidade, financeiro, execução, controle interno, patrimonial, bem como os profissionais das diversas áreas e esferas de governo. É sabido que a práticas federais estendem-se para estados e municípios, com adoção de roupagens diferenciadas pelos tribunais de contas locais. Porém, o conhecimento desenvolvido são práticas rotineiras de contabilidade, orçamento e controle desenvolvidos no SIAFI e padronizados pelo Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público – MCASP.

Conteúdo programático:

 

MÓDULO 01
Legislação vigentes relacionadas à Contabilidade Aplicada ao Setor Público (CASP) e Norma de Encerramento do Exercício da Secretaria do Tesouro Nacional;
Cronograma e procedimentos para o encerramento do exercício de 2020 e abertura do exercício de 2021;
Conformidade Contábil no Encerramento do Exercício aspectos específicos a serem considerados;
Análise Contábil do Balancete e regras de integridade;

MÓDULO 02
Conciliações a serem feitas nas contas contábeis do ativo e do passivo e regularizações contábeis a serem feitas para o encerramento do exercício;
Análises das Demonstrações Contábeis com vistas a elaboração da Declaração do Contado e emissão das notas explicativas do exercício financeiro (Balanço Patrimonial, Demonstração das Variações Patrimoniais, Balanço Orçamentário, Demonstração dos Fluxos de Caixa, Balanço Financeiro e Demonstração as Mutações do Patrimônio Líquido);

MÓDULO 03
Análises dos resultados patrimonial, orçamentário e financeiro. Superávit ou Déficit Financeiro por fonte de recursos; e consequente visualização das contas de resultados das classes 3 – Variação Patrimonial Diminutiva e 4 – Variação Patrimonial Aumentativa para a referida apuração;

MÓDULO 04
Rotinas contábeis de gestão patrimonial no encerramento do exercício: almoxarifado, bens móveis e imóveis, intangível, inventários, conferências, contas transitórias (obras em andamento, materiais e bens em trânsito, bens não localizados e alienar, importações em andamento, depreciação e amortização);
Restos a Pagar Não Processados, legislação, regras e procedimentos contábeis para inscrição, cancelamento, bloqueio, desbloqueio, impactos dos restos a pagar no Teto de gastos e impacto fiscal desses procedimentos Acompanhamento dos Restos a Pagar Processados, legislação e regras e procedimentos contábeis para inscrição e cancelamento;
Análise das Fontes de Recursos: fontes tesouros e fontes próprias, tratamento a serem observados, contas contábeis da disponibilidade destinação de recursos análises a serem feitas;
Interpretação dos saldos das contas Ajustes de Exercícios Anteriores em comparação a Despesas de Exercícios Anteriores;

.